24 de agosto de 2011

2 comentários
.
Ontem (dia 22, 2ª feira) o dia foi realmente stressante!
O Guilherme foi então levar as vacinas, logo de manhã! Não gosto de ir logo de manhã cedo ao centro de saúde, porque implica acordá-lo mais cedo, já que, por norma, ele dorme até perto das 11horas, e depois já baralha o sistema...eu própria também durmo mais qualquer coisa de jeito para o final da noite, inicio da manhã, por isso levantar cedo agora não é fácil (não pensemos em como irá ser quando tiver que voltar a trabalhar!!)

Assim sendo, às 8h e pouco ele ainda dormia, deixei-o no berço, com o pai ainda na cama mais ou menos atento a ele, e fui tomar o pequeno-almoço e um duche rápido...tarefas outrora completamente banais e que nem pensava nelas ao fazê-las, e que agora obrigam a que eu tenha que as organizar muito bem! Aliás, só tomo banho, desde que ele nasceu, com outra pessoa cá em casa a tomar conta dele:|

Depois de me arranjar, fui acordá-lo e dar-lhe mama, embora ainda não fosse bem a hora da mamada, mas o que vale é que ele está sempre pronto para mamar. Lá mamou, lá troquei fralda, roupa e o pus no ovo. Entretanto, o meu pai chegou...graças a Deus que ele tem agora uma vida mais liberta para me ajudar nestas alturas, porque ainda não consegui sair sozinha de casa com o Guilherme!:p

Lá fomos até ao centro da saúde, naquele dia mais conhecido por centro da tortura para mim...ele iria levar 3 vacinas:( A 2ª dose da da Hepatite (a 1ª foi na maternidade), a pentavalente (inclui tétano, tosse convulsa e mais umas quantas doenças) e a prevenar, além da Rotateq, embora esta última fosse oral, portanto não tão stressante. Ele podia ter levado a prevenar só aos 3 meses, mas o pediatra disse que seria mais 1 mês em que ele não estaria protegido...deixou-nos à nossa consideração, mas falando assim, claro que ficamos com receio que algo aconteça e preferimos que ele a levasse já, por muito traumatizante que fosse para ele levar 3 de uma vez!:( E realmente foi...para ele e para mim! 
A oral foi muito fácil, até porque ele está sempre pronto para abrir a boca! "Comeu-a" toda lol Até a enfermeira achou graça..ainda se ria ao mesmo tempo e tudo. O pior foi depois..tive que o sentar ao meu colo, abraça-lo de modo a segurar-lhe as 2 mãozinhas no regaço dele e com a minha outra mão a segurar-lhe a perna...e então a enfermeira lá aplicou uma vacina na perna esquerda e depois mudei-o rapidamente para o meu lado direito e ela aplicou as outras 2. Isto durou menos de 1 minuto, talvez...mas foi muitooooo longo! E vê-lo todo satisfeito primeiro...e depois, assim que sentiu a primeira espetadela, ficou com uma cara muito séria, fez beicinho e abriu a goela décimos de segundos depois! Quando estava a acalmar um pouco, levou com as outras 2 de seguida e lá berrou mais um bom bocado e com razão! Claro que depois disto, não o larguei do meu colo durante umas 2 ou 3 horas, de tanto mimo que ele precisava e que eu lhe queria dar, coitadinho! E o choque e stress foi tal que deve ter ficado exausto e quando chegámos ao carro já dormia profundamente no meu peito. A sério...é horrível assistir a isto...corta-nos o coração!! Mesmo assim a enfermeira disse que se portou muito bem, porque a maioria chora muito mais...é um valente o meu filho:)

Claro que depois andou o dia todo meio chatito e embirrento...só chorava e não estava bem de nenhuma maneira..só o consegui adormecer às 5h da tarde e só durou uma hora! Depois berrou de novo mais 1 hora e tal...só se calava na mama...tanto que até lhe dei mama antes da hora...e até convinha porque estava muito calor e ele também deve ter tido uma pontita de febre (reacção às vacinas) e assim também precisava de se hidratar mais com o leite. Aliás, dei-lhe paracetamol 2 vezes porque a enfermeira tinha dito que mesmo que ele não tivesse grande febre, mas se o visse rabugento e assim, para dar. E foi o que fiz depois dele berrar 1hora e tal e eu saber que não era fome nem nada...só podia ser ainda dor e desconforto..até porque também encolhia mais uma das pernitas (a que tinha a componente do tétano que é sempre a que dói mais).

Enfim, lá passou e à noite lá adormeceu finalmente e dormiu até as 11 horas e hoje passou um dia fantástico!

Para ajudar à festa, nesse dia também tive uma crise de prisão de ventre como nunca tive na vida! Aliás, nem sofro desse mal..nem durante a gravidez sofri, mas ontem não sei o que se passou...só se foi dos nervos de ver o Guilherme a sofrer tanto o dia todo. Enfim...não fosse o meu pai a vir tomar conta dele um bocado e eu não sei o que seria de mim, porque a certa altura eu nem andar conseguia...enfim...para esquecer!!

A coisa boa foi o peso do Guilherme...2 meses e 3 dias: 4.990 kg :) Está cada dia maior! E acho maravilhoso o facto de, desde há uns 3 ou 4 dias para cá, cada dia fazer mais sons...parece que quer falar/palrar connosco, principalmente quando o "picamos" e diz sons maravilhosos que me derretem o coração :)
Sou mais uma mãe melosa :)

22 de agosto de 2011

0 comentários
É quase vergonhoso ainda não ter aqui voltado desde há mais de 1 mês!!
Tinha prometido a mim própria vir cá mais frequentemente até porque mais tarde vou gostar de ler a evolução do Guilherme, principalmente nestes primeiros meses. Mas uma pessoa pensa que, apesar de estar de licença e de estar por casa, que vai ter tempo livre, mas ele é quase nulo!
Nestes dias tenho o marido de férias em casa, por isso sempre ajuda a conseguir fazer mais coisas....mas tive o primeiro mês sozinha e aí não tinha mãos para mais nada que não fosse só o Guilherme. E isto porque ele teve ali uma fase que durante o dia, principalmente a manhã e inicio da tarde, mal dormia e chorava e então tinha que estar sempre com ele ao colo. Depois houve bocados de tardes que o meu pai ou a minha mãe cá passavam e eu lá conseguia fazer outras coisas enquanto eles estavam com ele. Mas o "fazer outras coisas" era (e continua a ser!) basicamente arrumar a casa, roupas e afins para não parecer que vivo numa palhota e para ver se não deixo de ter roupa lavada!! Valha-me ter uma empregada uma vez por semana que sempre limpa as divisões e me passa a ferro, porque senão estava feita!

E, portanto, este cantinho tem sido deixado mais de lado :( Penso sempre "é hoje que vou escrever!" e depois nunca é, porque também não é coisa de 5 minutos. Mas enfim..virei quando poder e pronto.
Também penso que estes meses são os "piores", pois eles são mesmo muito dependentes de nós. E é também muito bom que assim seja, para nos sentirmos ainda mais ligadas a eles e para irmos criando os tão falados laços entre mãe e filho.:)

E ele está a crescer a olhos vistos!! Ainda não tinha falado sobre a amamentação, mas a verdade é que no inicio foi um pequeno obstáculo. Da minha parte, que não sabia bem fazer a prega para ele poder pegar e, ao mesmo tempo, o facto de não ter os bicos dos mamilos bem salientes, e da parte dele que também ainda não pegava bem (talvez também por essas minhas dificuldades) dificultaram tudo um pouco. Tanto assim foi que ele todos os dias perdia um pouco de peso e no dia em que eu era suposto sair da maternidade, ele tinha perdido mais que os 10% iniciais que eles "permitem" que percam.
Quando me disseram que não ía sair, comecei logo a chorar..estava tão farta de ali estar..queria tanto ir para minha casa com o meu filho...foi um choque mesmo. E nesse dia houve mais mães assim porque em cada quarto que a pediatra entrava, se ouvia os lamentos delas e alguns choros.
Mas pronto, eu entendo..eles têm que ter a certeza que o bebé está a perder peso devido a não se conseguir alimentar ainda correctamente e não por causa de outras complicações. É que nessa altura o Guilherme não chorava muito com fome...por isso como dar mama era tão dificil, ás vezes passavam-se algumas horas sem ele comer, porque ele também só dormia e quando lá pegava na mama, passado uns minutos estava a dormir na mama e não mamava mais! Dificilmente lhe conseguia dar a 2ª mama, embora as enfermeiras dissessem que no inicio uma só bastava..mas ele nem 5 minutos mamava numa! Eu estava a desesperar! E para ajudar à festa, não dormia mais do que 1 hora por noite, sempre a olhar para ele e com medo que ele se engasgasse, porque na 1ª noite se engasgou com liquido amniótico e eu apanhei tal susto que não conseguia dormir e qualquer barulho que ele fizesse, lá eu dava um salto em pânico. Isto durou mais de 1 mês...mesmo em casa mal dormia...felizmente agora consigo dormir cerca 1h30/2h entre as mamadas porque mesmo ele fazendo muitos barulhos durante a noite, já me habituei e já não sou tão paranóica.:)

Mas voltando ao dia que não saí da maternidade...durante esse dia dei-lhe imensas vezes mama e o problema mantinha-se: mal mamava! Às 8h da noite foi novamente pesado por ordens da pediatra, e tinha perdido mais 65 gramas! Entrei em desespero e desatei a chorar..senti-me mesmo má mãe..ainda por cima porque a idiota (desculpem lá a expressão) da enfermeira era bruta e disse aquelas palavras como se eu fosse mesmo má mãe por não conseguir estar a alimentar o meu filho...nem imaginam como me senti:/ Ligaram logo à pediatra e, mesmo muito contra vontade (porque para os pediatras esta é mesmo a última solução) ela lá mandou dar o suplemento.
Senti-me muito pequenina quando a enfermeira entrou com o biberão e o meu filho bebeu tudo em poucos minutos de tanta fome que tinha...:( Valeu-me depois a enfermeira que entrou à meia-noite e fez a noite inteira..era super, super querida....foi a primeira que apanhei assim que saí da sala de partos e já aí tinha gostado muito dela. Expliquei-lhe tudo o que se passou e ela disse que eu tinha de sair no dia a seguir e o bebé havia de engordar. Então de 3 em 3 horas durante a noite fazia o seguinte: dava-lhe a mama que conseguisse (porque é muito importante eles continuarem a conseguir fazer a sucção na nossa mama), a seguir tirava à bomba o leite que saisse do peito e dava-lhe por biberão e depois a seguir dava-lhe um pouco de suplemento para completar. E o facto é que de manhã ele tinha ganho mais peso do que o esperado e eu finalmente saí da maternidade! Nunca me vou esquecer do carinho daquela enfermeira..enfermeira Margarida :)
De manhã já era uma nova enfermeira (também muito simpática) e ela conjuntamente com a pediatra, depois de tentarem fazer extracção manual no meu peito e nada sair, concluiram que eu dificilmente iria ter leite para o meu filho...deram-me várias doses de suplemento para os primeiros dias e mandaram-me ir logo no dia a seguir ao Centro de saúde (já tinha até marcado hora) para ver o peso e conversar lá com os enfermeiros para ver a melhor maneira de o alimentar.
Claro que saí da maternidade com 2 sentimentos...alegria imensa por finalmente ir para casa, e um aperto no coração por poder não ter leite para dar de amamentar ao meu filho, como sempre quis fazer. (Ainda tive um 3º sentimento...de ansiedade e muito medo porque na mesma altura que saí, o meu avô deu entrada no hospital de urgência, sem sentidos e sem responder, devido a uma queda em casa..mas felizmente tudo passou e não foi especialmente grave)

Entretanto no Centro de Saúde, a minha médica e enfermeira descansaram-me e disseram que ainda tinha muito tempo para o leite descer e que de certeza que iria ter, mas se queria ter certeza mesmo, que comprasse uma bomba de extracção de leite e assim, já conseguiria ver se estava a produzir leite. E até era uma maneira de estimular a produção de leite, caso o Guilherme não conseguisse puxar ele o leite pela mama.
Fomos logo arranjar a máquina e qual não é o meu espanto e alegria por ver que tinha leite suficiente para dar peito ao Guilherme! A partir desse dia não tomou mais suplemento (entretanto foi pesado e já tinha aumentado mais umas gramas) e até hoje, 2 meses passados, tem-se alimentado exclusivamente de leite materno! :)
Como disse anteriormente, não tenho grandes bicos e portanto amamento com os bicos de silicone que se vendem, mas o meu filho é tão glutão que mama sem bicos (ás vezes lá consigo que ele pegue na mama "ao natural" :p), com bicos, no biberão..enfim..felizmente agora pega sempre bem!!:)

A bomba continua a dar muito jeito! Quando tenho de ir a algum lado e deixa-lo com alguém, deixo sempre uma reserva do meu leite extraído antes, para o caso de não chegar a tempo da mamada. Ou, como já aconteceu, que tive de passar um dia fora e fui tirando leite durante a semana e pude depois ir descansada nesse dia porque a alimentação dele estava bem assegurada :) Nesses dias, em que não dou mama mais do que umas 2 vezes, tenho de ter cuidado porque o peito depois enche e começa-me a doer se não tiro o leite...como me aconteceu num dia que tive um casamento. Tive de me vir embora (o que vale é que também já era meia noite e tal) com tantas dores nos peitos e chegar a casa e tirar o leite :P

E pronto...o meu filhote, que de inicio perdeu peso, agora está um gordo! lol Na 6a feira teve a consulta dos 2 meses com o pediatra e estava com 4,960 kg...estava a aumentar 37 gramas por dia o que é óptimo, visto que o normal é entre 20 a 30 gramas por dia. Já tinha também 56 cm de comprimento (nasceu com 48 cm).
Nota-se mesmo maior, mais gordinho e comprido...e a ver as fotos das primeiras semanas nota-se uma diferença enorme!! :)
E está sempre pronto para mamar! Nem que lhe dê mama de hora a hora!! Coisa que não posso fazer...tento cumprir sempre as 3horas (nos primeiros dias chegava a estar 5 horas sem mamar durante o dia), embora naqueles dias de mais calor, como ele sente sede, pede mama mais cedo, tipo de 2 em 2 horas ou 2h30 em 2h30, mas tem de ser, porque também desidratam muito e é perigoso.

Amanhã vai apanhar 4 vacinas (3 injectáveis e uma oral) e já estou em pânico de o ir ver a sofrer!! O que vale é que eles esquecem rápido!! Não sei é se eu vou ter coragem de ver :(

Nunca cheguei a colocar aqui nenhuma foto dele...mas nunca é tarde! :)

Tirada hoje..com 2 meses e 2 dias de vida :)


Beijinhos a todas!!
 

Original Baby Blog template designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez